10 resoluções de Ano Novo para 2021 que ajudam a cuidar da criação

Janeiro 5, 2021

Ao longo de um 2020 desafiador, permanecemos unidos como pessoas de esperança.

Essa unidade como um único Movimento Católico Global pelo Clima ajudará a nos unir com Deus e com a criação como nunca antes em 2021, pois “sabemos que as coisas podem mudar” (LS 13).

Ao planejar suas resoluções de Ano Novo, tenha em mente as 10 maneiras abaixo de melhorar a si mesmo/a enquanto cuida da criação de Deus no ano novo.

1. Fazer mais exercício

Este está no topo de quase todas as listas de resoluções de Ano Novo e combina muito bem com a ajuda ao meio ambiente.

Por exemplo, talvez em vez de dirigir ou pegar o ônibus, você possa caminhar ou andar de bicicleta com mais frequência. Ou, se você puder, talvez você possa fazer caminhadas numa floresta ou fazer caminhadas para descobrir mais sobre a criação de Deus.

2. Perder peso

Outro favorito de sempre que é simples de combinar com o cuidado da criação.

Digamos que você queira perder 5 quilos. Você poderia começar pequeno, que é a chave para construir qualquer hábito que dure, e organizar “segundas-feiras sem carne”, uma maneira de comer menos carne e mais vegetais pelo menos um dia da semana.

O novo hábito beneficiaria o meio ambiente, já que a pecuária continua sendo um dos maiores contribuintes para as emissões de gases de efeito estufa causadas pelo homem que os cientistas dizem estar causando a crise climática.

As Irmãs da Misericórdia têm algumas receitas simples sem carne para te ajudar a começar.

3. Fazer mais trabalho voluntário

Buscar maneiras de retribuir pode estimular mudanças significativas em sua comunidade e em você mesmo/a.

O Movimento Católico Global pelo Clima tem cerca de 750 Organizações Membros em todo o mundo, e provavelmente há uma na sua área que está procurando ajuda entusiástica.

Gerente do Programa GCCM na África, Ir. Benedict Ayodi, comemora sua participação em um esforço de reflorestamento no Quênia durante o Tempo da Criação ecumênico, que contou com a participação de mais de 240 organizações católicas parceiras.

Confira o diretório de Organizações Membros do GCCM para ver se há uma Organização Membro próxima a você.

Se não houver, talvez você possa pensar em se voluntariar para uma online? À medida que a pandemia COVID-19 continua, dezenas de organizações se tornaram mais criativas e flexíveis em seu trabalho.

4. Aprender uma nova habilidade ou passatempo

Novas habilidades e passatempos podem ajudar a manter nossas mentes leves.

Faça de 2021 o ano em que você finalmente planta aquele jardim que sempre quis plantar (inspiração gratuita aqui), ou o ano em que você resolve compostar todas aquelas pilhas de restos de alimentos que vão para o aterro, vazando metano — um gás potente de efeito estufa — na atmosfera.

ASSISTA: Aprenda a fazer compostagem com Lauren Turk, fundadora da Fera Zero, uma empresa de software de desperdício zero (em inglês)

5. Se tornar quem Deus te criou para ser

Esta pode ser a resolução mais importante desta lista.

Afinal, o que é mais importante do que viver sua vocação católica e cristã, seja ela qual for?

“Viver a vocação de guardiões da obra de Deus não é algo de opcional nem um aspecto secundário da experiência cristã, mas parte essencial duma existência virtuosa.” (LS 217)

Um passo concreto que você pode dar para esse objetivo é juntar-se às milhares de pessoas que se tornaram Animadores/as Laudato Si’, lideranças católicas contra a crise ecológica e a emergência climática.

Dircia Belo de Timor-Leste, uma nação insular do sudeste asiático, foi uma das mais de 4.000 pessoas que se tornaram Animadoras Laudato Si’ em 2020.

Durante o treinamento gratuito de seis semanas, pessoas apaixonadas de todo o mundo se reunirão para aprender sobre as raízes da crise climática e as principais mensagens da Laudato Si’.

Para finalizar o curso, os animadores vão treinar com suas comunidades atuando pela criação.

Comprometa-se a trabalhar pela criação e contra a emergência climática: Inscreva-se hoje para se tornar um/a Animador/a Laudato Si’!

6. Ler mais

Assim como exercitamos nossos corpos, precisamos exercitar nossas mentes lendo.

Enquanto você reserva um tempo para ganhar conhecimento em 2021, pense em adicionar a Laudato Si’ à sua lista de leitura. É gratuito, online e em quase todos os idiomas.

Leia mais: Laudato Si’: Sobre o Cuidado da Casa Comum

A transformadora encíclica do Papa Francisco ajudou 1,2 bilhão de católicos/as do mundo a entender melhor como “tudo está interligado” e colocou milênios da doutrina católica no contexto da emergência climática de hoje.

Comece a ler — ou a reler — ainda hoje.

7. Ser mais intencional se conectando com as pessoas

Parece que escrevemos algumas coisas todos os anos. Eu quero muito rezar mais. Ou eu quero me juntar a um pequeno grupo e ser mais intencional em me conectar com Deus.

Novidade para 2021, o Movimento Católico Global pelo Clima tornou mais fácil para todos nós caminharmos juntos em nossa jornada de conversão ecológica.

O GCCM organizou um calendário de 12 meses que apresenta momentos importantes do GCCM, santos para inspirar nossa jornada e eco-mártires para lembrar aqueles que deram suas vidas fazendo o que Deus nos pede para fazer: amar e proteger a criação.

Você pode acessar o calendário de duas maneiras:

  • Clique aqui para baixar o PDF gratuito do calendário de janeiro de 2021
  • Clique aqui para adicionar o calendário de 2021 do GCCM ao seu calendário do Google

Faça o download hoje do calendário gratuito já que esse movimento começará a se reunir regularmente no início de 2021.

O primeiro Momento de Oração Laudato Si’ Global será no dia 15 de janeiro, o sexto aniversário deste movimento.

Membros da rede do Movimento Católico Global pelo Clima participaram da oração do Angelus do Papa Francisco no domingo 4 de outubro, durante o qual o Papa Francisco agradeceu ao GCCM por seu trabalho em cuidar de nossa casa comum.

8. Passar mais tempo com a família e amigos/as

A pandemia fa COVID-19 isolou todos nós. Foi difícil, mais doloroso do que as palavras podem descrever para algumas famílias.

É por isso que, em 2021, incentivamos você a passar mais tempo com a família e amigos/as de alguma forma. Se você ainda não consegue se encontrar pessoalmente no local onde mora, agende uma videochamada ou chamada telefônica regular com a família ou amigos/as.

E se for inverno onde você mora, quando a primavera chegar, use esse tempo de videochamada para se encontrar pessoalmente com outras pessoas, desde que esteja de acordo com os regulamentos locais da pandemia da COVID-19.

Nós realmente precisamos uns dos outros e desta comunidade agora mais do que nunca. Conte com seus entes queridos para ajudá-lo/a neste momento desafiador e tenha esperança de que as coisas mudem.

“A esperança convida-nos a reconhecer que sempre há uma saída.” (LS 61)

9. Dedicar tempo para apreciar o que você tem

Você e este movimento trouxeram muitas esperanças ao mundo em 2020.

Claro, todos nós falhamos às vezes. Acontece! Somos seres humanos fazendo o melhor que podemos.

Assista e leia: Top 10 destaques do Movimento Católico Global pelo Clima em 2020

Mas mesmo quando nos esforçamos para melhorar, todos nós ainda podemos praticar nos sentindo contentes e em paz com o que temos.

Comece hoje: Assista este vídeo para ter uma ideia de tudo que esse movimento conquistou este ano e te dar esperança sobre o que você pode fazer em 2021.

10. Passar mais tempo com a criação

“O melhor antídoto contra este mau uso da nossa casa comum é a contemplação,” disse o Papa Francisco

“As criaturas têm um valor em si mesmas e ‘refletem, cada uma à sua maneira, um raio da infinita sabedoria e bondade de Deus’… para os descobrirmos, precisamos de estar em silêncio, precisamos de ouvir, e precisamos de contemplar.”

A contemplação é a chave para compreender profundamente nosso lugar na criação infinita de Deus. Você consegue pensar em um momento que passou com a criação e não gostou? Provavelmente não.

Em 2021, contemple o vasto dom que Deus nos deu na forma da criação.

“Permanece presente o Senhor da vida… Não nos abandona, não nos deixa sozinhos, porque Se uniu definitivamente à nossa terra e o seu amor sempre nos leva a encontrar novos caminhos.” (LS 245)