2019 | Sínodo da Amazônia

.

Sobre o sínodo da Amazônia

Em outubro de 2019, o Vaticano convidou os bispos de todas as dioceses do mundo a viajar a Roma para discutir a Amazônia e seu povo. A reunião, ou sínodo, foi oficialmente intitulada “Amazônia: novos caminhos para a Igreja e para uma ecologia integral.”

Foi o primeiro sínodo em que a ecologia integral foi aplicada a um lugar específico da criação. Esse foi um marco para a Igreja. O sínodo ocorreu de 6 a 27 de outubro e a semana de 13 de outubro foi dedicada à ecologia integral.

Aqui você pode ler o documento final do sínodo dos bispos.

Aqui você pode ler a exortação apostólica pós-sinodal do Papa Francisco, “Querida Amazonia.”

.

Sobre o sínodo da Amazônia

Em outubro de 2019, o Vaticano convidou os bispos de todas as dioceses do mundo a viajar a Roma para discutir a Amazônia e seu povo. A reunião, ou sínodo, foi oficialmente intitulada “Amazônia: novos caminhos para a Igreja e para uma ecologia integral.”

Foi o primeiro sínodo em que a ecologia integral foi aplicada a um lugar específico da criação. Esse foi um marco para a Igreja. O sínodo ocorreu de 6 a 27 de outubro e a semana de 13 de outubro foi dedicada à ecologia integral.

Aqui você pode ler o documento final do sínodo dos bispos.

Aqui você pode ler a exortação apostólica pós-sinodal do Papa Francisco, “Querida Amazonia.”

Reflita e
tome medidas

Há várias formas de incluir esse evento histórico na prática de sua fé. Tome medidas em casa ou participe de um evento em Roma.

Tome medidas em casa

Reze

  • Reze diariamente esta Oração pelo Sínodo escrita pela REPAM, a Rede Eclesial Pan-Amazônica

Reflita

  • Faça uma jornada de oração e reflexão de 40 dias durante o Sínodo https://redamazonica.org/pt-br/
  • Assista um breve vídeo de uma entrevista sobre a Amazônia e as questões da natureza, clima, igualdade de gênero, direitos indígenas e direitos territoriais, disponível no Canal do Youtube da CIDSE  com legendas em EN / ES / FR / GE / PT / IT.
  • Assista à gravação de um seminário on-line sobre a Amazônia, co-presidido pelo MCGC e a REPAM em inglês ou espanhol.

Tome ações:

  • Alimente-se com simplicidade – saiba mais aqui. Fazer refeições sem carne é uma forma de honrar nossa tradição católica e proteger a floresta Amazônica, onde a pecuária é a maior causa de desmatamento ilegal. Nesta Quaresma, aproximadamente 1.100 pessoas se comprometeram a consumir refeições sem carne.
  • Plante uma árvore – saiba mais aqui. O plantio de árvores é um símbolo do nosso compromisso em proteger as florestas. Hoje, meio bilhão de árvores são cortadas anualmente na Amazônia. No Dia da Terra, a rede do MCGC plantou aproximadamente 19.000 árvores.
  • Assista à gravação de um seminário on-line sobre a Amazônia, co-presidido pelo MCGC e a REPAM em inglês ou espanhol.

Parceiros

Em todo o mundo, a comunidade católica está se unindo neste importante momento para a Igreja e o planeta. O Movimento Católico Global pelo Clima tem o prazer de colaborar com parceiros como a REPAM, a Rede Eclesial Pan-Amazônica, que é conselheira do Sínodo.