Diálogos Laudato Si’: “A situação dos defensores do meio ambiente ao redor do mundo”

Março 23, 2021

Pe. Xavier Jeyaraj SJ e Melvin Purzuelo em uma nova edição dos Diálogos Laudato Si’

No marco da Quaresma Laudato Si’, dia 13 de março foi realizada uma nova edição dos Diálogos Laudato Si’, nesta ocasião sobre o tema: “A situação dos defensores do meio ambiente ao redor do mundo”.

O padre Xavier Jeyaraj SJ, diretor da Secretaria de Justiça e Ecologia dos Jesuítas, em Roma, e Melvin Purzuelo, das Filipinas, membro da organização Misereor, participaram do evento transmitido através do canal do YouTube do GCCM.

No início do diálogo, foi explicado o que é ser defensor do meio ambiente, mencionando que muitas vezes pode ser uma questão de “vida ou morte”. De fato, em 2019 foi relatada a morte de 212 defensores ambientais, o maior número até agora em um ano.

Durante a Quaresma Laudato Si’, o GCCM especialmente fez memória a estes defensores do meio ambiente , como Berta Cáceres, Walter Méndez Barrios e o irmão Paul McAuley.

“Infelizmente, essas pessoas são perseguidas por defenderem a criação e os indígenas”, disse o padre Jeyaraj, referindo-se ao caso do padre Stan Swamy, um padre indiano de 83 anos que trabalha na defesa dos índios e indígenas e que foi preso em outubro. 

O jesuíta explicou que esses grupos trabalham na preservação de terras, florestas e água, mas “as multinacionais querem se aproveitar disso”.

Por sua vez, Melvin Purzuelo comentou que mais de 3.000 indígenas foram presos nas Filipinas por defenderem os direitos da terra, das florestas e da água, acusados ​​de “falar contra os interesses do país, tratados como traidores nacionais”.

“É muito triste que nossos trabalhadores ambientais tenham que viver com medo”, lamentou. “Eles trabalharam durante anos protegendo a floresta, como uma tradição familiar, mas nos últimos anos, por causa do trabalho dos agricultores, a floresta foi reduzida”, continuou o filipino. Esses grupos se sentiam realizados com essa tarefa.

Ele também destacou a importância da mensagem da Laudato Si’ como “um chamado à unidade e para valorizar a espiritualidade da criação que essas comunidades têm”. E ele pediu às comunidades católicas que ajudem a dar-lhes voz, “porque estão devastadas e com medo”.

Assista aqui este Diálogo Laudato Si’ completo.