Católicos protegem a criação

 

O Movimento Católico Global pelo Clima trabalha com a Igreja Católica para cuidar melhor de nossa casa comum. Nosso texto base é a carta encíclica do Papa Francisco sobre a ecologia e as mudanças climáticas, a Laudato Si’.

 

Sobre

Nosso progresso

Leia sobre nossas
realizações em 2017.

Leia sobre nossas
realizações em 2016.

Leia sobre nossas
realizações em 2015.

Nossos objetivos

 

O MCGC visa capacitar a comunidade católica para colocar em prática a Laudato Si’ nas três dimensões da crise climática:

 

 

  1. DIMENSÃO ESPIRITUAL:

     – Chamado do Papa à ação: “Por isso, é preciso estimular e apoiar a “conversão ecológica”, que nestes últimos decênios tornou a humanidade mais sensível aos confrontos da catástrofe para a qual estava a caminhar”. (São João Paulo II).
     – O objetivo do MCGC: permitir uma conversão ecológica dos fiéis católicos, uma “mudança de coração” que possa motivar uma ecologia integral e uma preocupação mais apaixonada para com a criação de Deus.

  2. DIMENSÃO DO ESTILO DE VIDA:

     – Chamado do Papa à ação: “A humanidade é chamada a tomar consciência da necessidade de mudanças de estilos de vida, de produção e de consumo, para combater este aquecimento” e “a tecnologia baseada nos combustíveis fósseis altamente poluentes… deve ser, progressivamente e sem demora, substituída”. (Papa Francisco, LS 23, 165).
     – O objetivo do MCGC: ajudar a família católica a liderar pelo exemplo e reduzir drasticamente sua pegada de carbono coletiva.

  3. DIMENSÃO DA ESFERA PÚBLICA:

     – Chamado do Papa à ação: “A Igreja sente o seu peso de responsabilidade pela criação e deve fazer valer esta responsabilidade também em público… deve sobretudo proteger o homem da destruição de si mesmo”. (Papa Bento XVI, Caritas in Veritate 51).
     – O objetivo do MCGC: erguer uma alta e profética voz criticando o paradigma do “crescimento ilimitado” e pedindo políticas ousadas para chegar aos 100% de energia renovável.