Inundações em Kerala e Desinvestimento

Setembro 10, 2018

 acampamento de resgate de inundações, Cáritas Índia

Em Kerala, Índia, mais de 1 milhão de pessoas ficaram desabrigadas e mais de 400 morreram como resultado das inundações ocasionadas por chuvas de monções extremamente intensas.

A Cáritas Índia está na linha de frente do combate à crise. Em resposta aos efeitos das mudanças climáticas sob as pessoas que serve, a Cáritas Índia está desinvestindo em combustíveis fósseis.

casa inundada, Cáritas Índia

 

Declaração da Cáritas Índia sobre as inundações de Kerala:

O uso excessivo e exploratório dos combustíveis fósseis criou uma vida em torno desses materiais. A maioria dos produtos que usamos em nossa vida diária está ligada aos petroquímicos. As forças do mercado, por meio de uma contínua campanha, criou nossa dependência em torno dos combustíveis fósseis. Como consequência, graves danos são causados ao meio ambiente e à natureza. É evidente que isso levou às mudanças climáticas, que se manifesta na forma de rigorosas secas, inundações e eventos climáticos extremos. As recentes inundações em kerala é um exemplo único de como os eventos extremos podem levar à destruição em massa, mesmo em regiões bem desenvolvidas. Nesse evento, mais de 415 pessoas morreram e muito mais de um milhão ficaram desabrigadas. Em geral, mais de 5 milhões de pessoas em 776 de 1.453 vilarejos são afetadas por desastres envolvendo inundações e deslizamentos. Os mais afetados por tais eventos certamente são as comunidades e os indivíduos mais pobres e marginalizados. A maioria das pessoas das regiões afetadas pela inundação são deixadas sem nada. Todos os seus pertences são levados ou danificados pela água. Muitas casas desabaram e muitas continuam inundadas. As crianças perderam todos os livros e cadernos. A agricultura está em perigo pela segunda estação seguida. A água potável e o saneamento serão importantes desafios nessas regiões por um longo tempo.

Eventos como esse acontecem cada vez mais em todo o globo. É evidente que ninguém será poupado das consequências de tamanha catástrofe. Nós tempo e recursos limitados para agir, agora é o momento certo. A Cáritas Índia não só decidiu desinvestir em combustíveis fósseis como também promover fontes de energia alternativas e sustentáveis para que as comunidades e governos se adaptem. Nós não temos nenhum investimento em combustíveis fósseis. Nosso objetivo é tornar a Cáritas Índia uma organização neutra em carbono e insistiremos para que mais e mais organizações de nossa rede se declarem livres de combustíveis fósseis.

Declaração do bispo Lumen Monteiro, presidente da Cáritas Índia

“Hoje, a Cáritas Índia é grata por se juntar a instituições católicas que dizem ‘não’ à energia suja. As rápidas e inesperadas mudanças no clima, impulsionadas pelo uso antiético e exploratório dos combustíveis fósseis, causaram um dano irreversível ao nosso povo e à natureza.

As mudanças climáticas tiveram um impacto negativo na vida e no sustento das comunidades da Índia, especialmente das populações pobres e marginalizadas. A frequência dos eventos climáticos extremos aumentou na última década, e o último que ocorreu em Kerala tomou mais de 400 vidas e deixou mais de um milhão de desabrigados. Levará muito tempo para superarem essa tragédia. Na Cáritas Índia, nossa missão é levar o amor e a compaixão do evangelho às pessoas que necessitam, e, para isso, precisamos abandonar os combustíveis fósseis, que causam tantos sofrimentos”

Declaração do Pe. Paul Moonjely, Diretor Executivo, Cáritas Índia

“Os combustíveis fósseis e os petroquímicos produzidos a partir deles já se provaram nocivos para as pessoas, a sociedade, a natureza e as futuras gerações. A Cáritas Índia está comprometida a trabalhar pela benfeitoria das comunidades pobres e marginalizadas, levando justiça e amor a elas. As mudanças climáticas, impulsionadas pelos combustíveis fósseis, estão afetando essas comunidades. A Cáritas Índia não só decidiu não investir em combustíveis fósseis como também promover, proativamente, soluções alternativas de energia a favor do meio ambiente em nossas iniciativas institucionais e programáticas. Regidos por nossa política de justiça ambiental, decidimos tornar a Cáritas Índia uma organização neutra em carbono e um coletivo carbono positivo. Estamos confiantes de que a ação dedicada em nível individual e coletivo trará opções sustentáveis aos combustíveis fósseis. Pedimos que nossos colaboradores e parceiros unam-se a nós neste apelo de desinvestimento em combustíveis fósseis e digam não à energia suja.”