Advento Laudato Si’

Dezembro 3, 2019

Um Advento Laudato Si’ é cheio da alegria que advém de nos libertarmos das restrições de uma cultura de consumo. Nós nos permitimos focar no que realmente importa: as conexões e os valores que compartilhamos.

No espírito da Laudato Si ‘, o MCGC está compartilhando as tradições que nossas famílias adotam durante o Advento. Essas tradições nutrem nosso espírito e protegem nossa casa comum.

Convidamos você a manter a inspiração compartilhando sua própria tradição do Advento Laudato Si no Facebook. Nos marque com a tag @VivaLaudatoSi

Para mais ideias, visite nossa página de recursos para orações de advento.

“A acumulação constante de possibilidades para consumir distrai o coração e impede de dar o devido apreço a cada coisa e a cada momento. Pelo contrário, tornar-se serenamente presente diante de cada realidade, por mais pequena que seja, abre-nos muitas mais possibilidades de compreensão e realização pessoal.” (Laudato Si’ 222)

1. Ensinar às crianças o verdadeiro sentido do Natal

Juntamente com minha família, fazemos parte de um “Círculo Laudato Si ‘” em Assis. Quando estamos na mesa de jantar, conversamos muitas vezes sobre o meio ambiente e como gostaríamos de resolver grandes problemas. Durante uma dessas conversas, meus filhos, Emanuele e Francesco, propuseram algo que realmente amamos: viver um advento diferente, com vista para o planeta e os pobres, para descobrir o verdadeiro sentido do Natal de Jesus. Para mim e minha esposa, Angélica, é bom ensinar nossa fé a nossos filhos, porque percebemos que eles são nossos professores. Graças a eles, tentamos viver nossa missão com consistência.

Antonio Caschetto, Coordenador de Programa em Assis–Assis, Itália

2. Compartilhar momentos ao invés de coisas materiais

O Natal é um momento especial para manter vivas as tradições da família. Em nossa família, fazemos isso ensinando nossos filhos a preparar um prato típico apreciado por seus avós e bisavós e depois comendo tudo juntos na véspera de Natal. É um tipo de massa caseira feita com ingredientes simples, como farinha, água, ovos e sal. Esses ingredientes simples nos mantêm conectados à terra e às famílias de agricultores que nos ensinaram aqui na Itália. Terra é vida: nunca deve ser tirada das famílias que dependem dela. Os diversos dons da Terra nos oferecem uma felicidade especial, que devemos defender para todos.

Cecilia Dall’Oglio, Gerente de Programas da Europa–Roma, Itália

3. Apoiar fornecedores locais e a economia circular comprando produtos de segunda mão

É muito bom dar um presente no Natal, mas também é importante estar ciente do impacto ambiental de nossas compras. Neste advento, fui a uma livraria de segunda mão, onde encontrei livros interessantes a um bom preço. Os livros são um grande presente porque nutrem nossas mentes e almas e podem ser usados por muitas pessoas. A compra de produtos em segunda mão reduzirá o custo de fabricação de um novo. É um pequeno passo contra a cultura do descarte!

Alexandra Aguirre, Assistente de Finanças e Operações–Cayambe, Equador

4. Usar menos papel de presente e reutilizar embrulhos

Toda ação faz a diferença. É por isso que tento fazer com que os presentes que dou sejam significativos, compartilhando uma mensagem de carinho pela casa comum. Reutilizar embalagens ou encontrar alternativas para embalar meus presentes mostra meu compromisso em proteger o planeta e é uma boa maneira de convidar meus familiares a viver nossos valores de uma nova maneira. Encontro felicidade em viver a Laudato Si’, mesmo em ações muito pequenas. Eu decoro jornais, uso papel de embrulho velho ou até embrulho meus presentes em sacos de pano. Quanto mais simples, melhor!

Doménica Reyes, Coordenadora de Comunicação e Campanha, Quito-Equador

5. Fazer bom uso da comida de sobra

Quando sobra comida nas celebrações do feriado, tento não desperdiçar. Procuro abrigos para moradores de rua que aceitam doações e compartilham alimentos limpos e intocados com os necessitados. É uma maneira de trazer os mais pobres para as nossas celebrações. Estamos compartilhando o que temos com os vizinhos que precisam, como o Evangelho nos chama a fazer.

Magdalena Kadziak, Coordenadora de Programas Junior da Polônia–Mazovian, Polônia

6. Começar novas tradições

Para mim, o Natal é sobre família. Descobrimos novas maneiras de incorporar o tempo da família em nossas tradições, comemorando a temporada com um passeio em família ao ar livre. Andar com minha mãe nos dá a chance de apreciar a criação e o próximo, e é muito melhor do que voar longe de casa para passar as férias. Sou muito grata por ter a oportunidade de passar um tempo sentindo o amor de Deus, passando um tempo com a natureza e as pessoas que mais importam para mim.

Cheryl Dugan, Coordenadora de Campanhas para Ásia-Pacífico e Voluntários Global–Cidade de Quezon, Filipinas

7. Orar com a criação para se preparar para o dom da Encarnação

Orar lá fora com o resto da criação é uma das minhas coisas favoritas. Que momento melhor para fazer isso do que o Advento, um momento especial de oração para se preparar para a Encarnação? Neste advento, minha família e eu estaremos orando com a criação como parte de um retiro da Laudato Si para ver que mensagem Deus pode estar compartilhando através da natureza. Então, quando visitarmos a família na Flórida, vamos rezar em um dos meus lugares mais amados – a praia. Estou ansiosa para compartilhar com minha filha como toda a criação se une a nós em alegre expectativa pela vinda de Jesus.

Christina Leaño, Diretora Associada–Nova Iorque, Estados Unidos

8. Dar experiências e não objetos

No passado, quando fiz uma viagem de trabalho, me vi fazendo uma compra culpada de um presente para minha filha. Eu me senti mal por ter ido embora e queria mostrar a ela que a amava. Mas uma das melhores maneiras de mostrar amor é dar o dom da atenção. Neste Natal, estou focada em dar presença, em vez de presentes. Passar um tempo com minha filha nutre nossos espíritos, e eu tenho várias atividades alinhadas. Estou planejando jantar e assistir a um filme com minha filha, passar um tempo trabalhando com ela no jardim e ter um dia inteiro brincando juntas (ela vai adorar!). Comprar menos é uma maneira de cuidar da criação e fortalece a conexão de nossa família.

Anna Wagner, Diretora do Engajamento de Redes–Los Angeles, EUA

9. Reciclar para fazer artes natalinas

Eu gosto de passar tempo com as pessoas que amo durante o Advento. É um momento especialmente significativo para ensinar meu filho sobre sustentabilidade de uma maneira divertida e envolvente. Trabalhamos lado a lado, usando nossa criatividade para transformar itens de lixo todos os dias em artesanato natalino. Eu amo o fato de que estamos cultivando memórias juntos, desenvolvendo hábitos de sustentabilidade que duram a vida toda.

Laura Noctor-King, Diretora do Programa de Sustentabilidade–Windsor, Reino Unido

10. Ajudar a criar um mundo mais justo fazendo uma doação a boas causas

Criar um mundo melhor é uma parte importante da minha celebração do Advento. É por isso que estou apoiando o MCGC entrando na smile.Amazon.com e selecionando “Global Catholic Climate Movement” para que receba uma parte dos meus gastos como doação. Também estou fazendo uma doação nesse Advento para a minha instituiçao de caridade favorita, o MCGC, para apoiar o belo trabalho de nossas milhares de organizações membros, Animadores Laudato Si’, e Geração Laudato Si’.

Katie Mylenbusch, Diretora de Desenvolvimento–Chicago, EUA

11. Fazer todos os dias de Advento especiais

Minha família tem uma prática diária do advento. Todos os dias, nossa família fala sobre uma coisa que Jesus nos ensinou, para entendermos o sentido do nascimento que estamos esperando. Depois de falar sobre um ensinamento de Jesus, apagamos todas as luzes e acendemos uma vela para cantar uma canção especial do Advento. Finalmente, usamos o calendário do Advento. Cada dia no calendário contém um pedaço de papel com um bom trabalho a ser feito – doar nossas roupas, escrever uma carta a um político ou ligar para alguém que possa se sentir sozinho. Os dias são iguais, mas cada dia também tem sua própria maneira de praticar o amor, enquanto nos preparamos para receber a mensagem de amor de Deus. De certa forma, essa tradição nutre nossos espíritos ainda mais que o dia de Natal com seus presentes. É como nos concentramos na verdadeira importância desse tempo.

Rebecca Elliott, Diretora de Comunicação e Projetos Especiais–Virginia, EUA

12. Use o Advento como um tempo de reflexão

Meu plano para o Advento é usá-lo como um momento de reflexão no final do ano e preparação para o Natal, apesar de todo o estresse do feriado. Eu acho que isso tem uma dimensão externa e uma interna. O exterior: arrumar minha casa e refletir como posso viver de maneira mais sustentável. E o interior: refletir o que é importante para mim e como posso vivê-lo, especialmente como posso usar minha voz para todas as pessoas cujas vozes não são ouvidas. As mudanças climáticas afetam desproporcionalmente as pessoas que já são pobres e marginalizadas e a quem ninguém ouve. Como posso contribuir para fazê-los ouvir? Existem dois aspectos para isso: reflito como posso ser melhor em ouvir suas vozes e reflito sobre a melhor maneira pela qual, em minha posição específica de poder e habilidades, posso advogar por eles: Participar de um protesto? Escrever para meu representante político? Organizar um evento? Escrever um artigo? Todo mundo tem seus próprios carismas e todos podem contribuir à sua maneira – só precisamos encontrá-lo.

Georg Sauerwein, Gerente de Pesquisa da Alemanha-Innsbruck, Áustria