Compartilhando a Laudato Si’ no sudeste da Ásia

Julho 2, 2020

Dircia Belo

Dircia Belo sabia que seu país natal, Timor-Leste, tinha um problema.

A pequena nação insular do sudeste asiático é amplamente católica e deveria ser o local ideal para a Laudato Si’ criar raízes.

No entanto, ela raramente ouvia alguém falar sobre a encíclica do Papa Francisco sobre mudança climática e ecologia, que levou milhões de católicos ao redor do mundo a transformar suas comunidades e cuidar da criação.

Aproximadamente 98% dos 1,3 milhão de habitantes de Timor-Leste são católicos, e a geografia precária do país dá aos timorenses uma razão extra para buscar soluções para o agravamento da crise climática em todo o mundo.

O país, que abrange menos de 10 quilômetros quadrados, fica no Pacífico.

O aumento do nível do mar por causa do aquecimento das temperaturas e do derretimento do gelo do mar pode ameaçar a própria existência de Timor-Leste nos próximos anos, mesmo que o país tenha pouco a ver com as emissões de carbono recordes que causam mudanças climáticas.

“As mudanças climáticas são um problema global (…) constituindo atualmente um dos principais desafios para a humanidade. Provavelmente os impactos mais sérios recairão, nas próximas décadas, sobre os países em vias de desenvolvimento.” (LS 25)

Dircia Belo ensina estudantes do ensino médio na zona rural de Timor-Leste.

Teria sido fácil para Dircia cruzar os braços e esperar que a igreja local amplificasse a mensagem de esperança da Laudato Si’.

Em vez disso, ela tomou uma atitude. Ela se tornou uma Animadora Laudato Si’.

“Como católicos, também desempenhamos um papel importante na proteção da criação de Deus e fazemos parte da comunidade global para cuidar da nossa casa comum,” disse Dircia.

Para o seu projeto final, ela ajudou a ensinar os timorenses e o mundo.

Os jovens de todo o país olham a Iniciativa de Jovens Timorenses para o Desenvolvimento para ver notícias em seu país e orientações sobre seu futuro.

Dircia criou cartazes inspiradores sobre a Laudato Si’ que foram compartilhados na página do grupo no Facebook, informando a todos os timorenses que a Igreja Católica está profundamente preocupada com um dos maiores problemas que o futuro enfrenta.

“Eu queria alcançar o maior número possível de pessoas e queria conscientizá-las de que ‘são necessários os talentos e o envolvimento de todos para reparar o dano causado pelos humanos sobre a criação de Deus’,” disse Dircia, citando a Laudato Si’ (14).

Milhares de pessoas em todo o mundo tomaram a mesma decisão no início deste ano: elas se prepararam para fazer o que é certo para a criação e para o próximo.

“A atenuação dos efeitos do desequilíbrio atual depende do que fizermos agora.” (LS 161)

Pessoas apaixonadas em seis continentes se tornaram Animadores de Laudato Si’, campeões católicos de ação sobre mudanças climáticas. Eles receberam treinamento online gratuito em seu idioma com especialistas de renome mundial sobre os principais conceitos da Laudato Si’ e as causas e consequências das mudanças climáticas.

Com seus projetos finais, os Animadores iniciaram uma jornada de vida, levando suas comunidades a cuidar do meio ambiente.

“Como jovem ativista ambiental católica, eu queria aprofundar minha fé e continuar tomando ações para proteger a criação de Deus e iluminar minha comunidade local. Além disso, eu também queria fazer parte da rede global de católicos para compartilhar e interagir com pessoas que estão na mesma página,” disse Dircia.

Ela e seus colegas de classe se formaram em junho e foram comemorados durante uma cerimônia especial.

Mas a próxima turma de Animadores Laudato Si’ sendo formada agora. Junte-se à rede global de cuidado com a criação: Torne-se um/a Animador/a Laudato Si’.

Os treinamentos online gratuitos do programa estão disponíveis em inglês, espanhol, português, italiano e polonês, e as aulas são oferecidas em dois horários diferentes a cada semana, tornando-o o programa ideal para quem precisa de um horário flexível.

Cuide da criação como nunca antes: Torne-se um/a Animador/a Laudato Si’

Tendo se tornado oficialmente uma Animadora Laudato Si’, Dircia já está colocando seu treinamento em prática. Ela está ocupada planejando liderar um programa local de orientação ambiental que ajuda as pessoas a mergulhar ainda mais nos princípios da encíclica do Papa Francisco.

“Sou muito grata ao Papa Francisco pela Laudato Si’. Este documento é extremamente importante para mim ao fazer meu trabalho como ativista ambiental”, disse Dircia. “Ele me guia para ver a beleza da criação, entender a causa raiz [das mudanças climáticas] e agir.”