‘Não se trata apenas de ursos polares, mas também de pessoas’: Dan Misleh da Aliança Climática Católica compartilha sobre o que motiva o seu trabalho

Fevereiro 22, 2021

Dan Misleh estava pronto para estudar negócios e passar a vida inteira no mundo secular, até que um curso universitário sobre Doutrina Social Católica na Universidade Xavier nos EUA mudou sua vida.

“Isso meio que mudou minha visão de mundo de forma bastante dramática”, disse Misleh no último podcast do Movimento Católico Global pelo Clima.

Décadas depois, Misleh passou sua carreira trabalhando pela justiça social. Ele começou como membro do Corpo de Voluntários Jesuítas no Alasca e agora atua como o diretor executivo fundador da Aliança Climática Católica [Catholic Climate Covenant].

A organização com sede nos EUA é uma Organização Membro do Movimento Católico Global pelo Clima e foi criada em 2006 com a ajuda da Conferência dos Bispos Católicos dos Estados Unidos.

Hoje, a Aliança Climática Católica é apoiada por 19 parceiros nacionais e ajuda os católicos dos EUA a responder ao chamado da Igreja para cuidar da criação e dos pobres.

Ouça e se inscreva no podcast do GCCM abaixo:

(O podcast do GCCM é em inglês.)

No podcast, Misleh explica por que o slogan da organização – “Cuidar da Criação. Cuidar dos pobres ” – sempre foi mais do que apenas cuidar do meio ambiente.

“Não somos o Sierra Club em oração. Somos primeiro católicos e depois ambientalistas”, diz Misleh.

“A noção de que não se trata apenas de ursos polares, mas também de pessoas, é algo que realmente ressoou em mim. Sabemos que as comunidades de baixa renda são particularmente afetadas por uma série de coisas, incluindo a degradação ambiental e as mudanças climáticas.”

Misleh também conta a história de como um de seus filhos abriu seus olhos para a necessidade de cuidar da criação. Mais tarde no podcast, ele fala sobre como parou de se sentir deprimido com a crise climática.

“Eventualmente, você tem que deixar isso de lado e apenas dizer: ‘Eu tenho que fazer minha parte, e tive a oportunidade de ajudar a Igreja Católica a entender e agir sobre essa questão das mudanças climáticas, e é isso em que vou me concentrar’”, diz ele.

Leia mais sobre a Aliança Climática Católica:

.

Finalmente, Misleh compartilha a única coisa que as pessoas podem fazer para entender melhor a crise climática.

“Sair. Saia e esteja na natureza e maravilhe-se com a beleza desta criação. Não importa onde você mora … sempre há árvores e pequenos parques para serem encontrados. Basta dar uma olhada nisso, absorver, admirar a beleza da criação e a maravilha de todas as diferentes espécies e paisagens. ”