Valores renovados para cumprir nossa missão.

Julho 22, 2021

Nosso Movimento está passando por um momento de transformação que nos permitirá enfrentar melhor os desafios atuais e responder de forma mais comprometida ao chamado da Igreja. Há alguns dias compartilhamos a nova declaração de Missão. Uma Missão mais ampla que nos exige também ampliar outros aspectos, como os nossos Valores renovados. 

Estes Valores constituem uma declaração de princípios e também um guia de vida para todos que fazem parte do Movimento.

1 Enraizados na fé 

Nossa fé católica nos motiva a agir. A Laudato Si’ inspira nossa missão. Como seguidores e seguidoras de Jesus, nossas decisões são guiadas pelas Escrituras e pela Doutrina Social da Igreja. Servimos a Igreja destacando a integridade da criação e reconhecendo o valor de cuidar da criação de Deus em nossa tradição de fé e em nossas vidas cristãs.

2 Comprometidos com a transformação espiritual

Comprometemos-nos com a “conversão ecológica”, a transformação contínua de nossos corações em direção a um amor maior por nosso Criador e pela criação. Dedicamos tempo para ouvir a mensagem de Deus na criação com “admiração e encanto” (LS 11). 

Refletimos sobre nossas palavras e ações, reconhecemos humildemente onde estamos aquém e praticamos novas formas de viver com simplicidade e solidariedade com a criação.

3 Cuidamos uns dos outros

Cultivamos uma “cultura do cuidado” (LS 231) uns pelos outros, por nós mesmos e por todos os seres vivos que compartilham nossa casa comum. Honramos os dons e as limitações uns dos outros. Celebramos nossos relacionamentos.

4 Somos proféticos

Atendemos “o clamor da terra e o clamor dos pobres” (LS 49), exortando a ações ambiciosas para a justiça ecológica e climática. Atuamos em solidariedade com as comunidades que carregam o fardo injusto da crise ecológica, incluindo as gerações futuras. Desafiamos estrategicamente as estruturas do pecado e clamamos por uma “mudança radical” (LS 171), permanecendo abertos ao diálogo.

5 Temos um enfoque integral 

“Tudo está interligado” (LS 91). Abraçamos uma visão de mundo da ecologia integral, que vê as questões ecológicas, culturais e sociais entrelaçadas. Comprometemo-nos com a proteção de toda a vida humana, da concepção à morte natural, e com a proteção de outras espécies.

6 Cultivamos a unidade na diversidade  

Somos nutridos pela rica diversidade da criação e da diversidade dentro da Igreja, lutando pela unidade no cuidado de nossa casa comum, enquanto honramos os dons únicos que cada indivíduo ou organização traz. Vivemos uma “espiritualidade da solidariedade global” (LS 240), que nos une para uma ação coordenada globalmente e adaptada aos contextos locais.

7 Estamos na Igreja e no mundo 

Servimos unidos a toda a família católica, da hierarquia às bases, do clero, religiosos e religiosas, aos leigos e leigas. Construímos relações entre a Igreja e o movimento ambientalista, sendo “ambientalistas cristãos” que são ambientalistas entre os cristãos e cristãos entre os ambientalistas.

8 Construímos pontes 

Abrimos espaço para a colaboração entre organizações e indivíduos para além de fronteiras e regiões. Trabalhamos lado a lado com outros cristãos e cristãs, outras comunidades religiosas e movimentos sociais e ambientais como uma única família humana.

9 Abraçamos a contemplação e a ação

Somos contemplativos e somos ativistas. Nós nos deleitamos com a música da criação e respondemos com compaixão ao clamor da criação. Praticamos uma “espiritualidade ecológica” de ritmo lento para a reflexão e oração, e praticamos um ativismo acelerado para enfrentar a urgência da crise.

10 Vivemos na esperança 

“Sabemos que as coisas podem mudar” (LS 13). Com a alegria da Ressurreição, celebramos histórias de resiliência e vida. Regozijamo-nos neste ministério como uma expressão do amor de Deus em nossa vida e por toda a criação. Confiamos os nossos esforços ao Espírito Santo e à Maria Rainha da Criação.