‘Não estamos sós’

Julho 6, 2020

Alface e orégano, o que Germán Lucero e Carolina Campillay levarão em breve a uma penitenciária de Mendoza.

Não nos abandona, não nos deixa sozinhos, porque Se uniu definitivamente à nossa terra e o seu amor sempre nos leva a encontrar novos caminhos.” (LS 245)

Carolina Campillay e Germán Lucero estão usando o projeto final de Animadores Laudato Si’ para garantir que os presos de uma penitenciária feminina de Mendoza, Argentina, também sintam o amor de Deus.

Carolina Campillay

Germán Lucero

Carolina e Germán vão plantar um pomar orgânico na penitenciária em que as prisioneiras, que às vezes estão com crianças, podem usar para cuidar de si e de suas famílias.

“Não estamos sós. Nós, ambientalistas, podemos alcançar as pessoas através de outras ferramentas que são as palavras do Papa,” disse Carolina.

Os dois tiveram a ideia “porque a agricultura é mais útil que a mineração e, acima de tudo, é capaz de sustentar essas famílias. . . para que sejam úteis e isso se torne uma cadeia de favores. A penitenciária ajuda, e as pessoas ajudam a penitenciária,” disse Carolina.

A cópia pessoal de Germán da Laudato Si’

Milhares de outros católicos inspirados concluíram projetos semelhantes de mudança de comunidade no início deste ano como parte do programa de Animadores Laudato Si’, que equipa as pessoas nos seis continentes com as ferramentas e o conhecimento de que precisam para mudar o mundo.

O programa de Animadores, gratuito e de seis semanas, oferece treinamento online no idioma do participante (inglês, espanhol, italiano e polonês estão disponíveis) sobre os princípios da Laudato Si’ e a necessidade de todos nós agir urgentemente contra a crise climática.

A turma da Carolina e do Germán encerrou em junho. Mas a próxima turma de Animadores Laudato Si’ está sendo formada agora. Junte-se hoje e comece o seu caminho para tornar-se uma pessoa campeã da ação católica sobre mudanças climáticas!

Germán said that, as a agronomist engineer, he felt that Laudato Si’ personally spoke to him.

“A Laudato Si’ é um compêndio de amor pela natureza, e eu. . . me vejo envolvido no cuidado e educação dos jovens, já que ensino no ensino médio, e as contribuições da encíclica são muito úteis para a mudança de hábitos”, disse Germán, que ensina ciências no ensino médio..

Por causa da pandemia do coronavírus, os dois tiveram que adiar seu projeto. Mas eles estão ansiosos para ajudar a cuidar dos necessitados assim que possível.